Artigos

A Bíblia e as Falhas de Seus Personagens

Publicado em 08/03/2012 às 10:42

Alguém certa vez fez uma observação dizendo que a Bíblia não tem valor porque os personagens nela descritos eram muito falhos. Esta é a observação de muitos que procuram alguma forma para fazer a Bíblia desacreditada.

O fato é que a Bíblia é um livro que narra a vida de pecadores, de pessoas como quaisquer outras, com suas fraquezas e quedas. Isto evidencia ainda mais o propósito de REDENÇÃO da parte de Deus. Se a Bíblia não relatasse as falhas de seus personagens dando um tom de perfeição, certamente não condiziria com a verdade, pois como a Bíblia mesmo testifica, "não há nenhum justo, nenhum sequer". O relato bíblico deixa claro que Deus usou seus servos, apesar de suas falhas. Isto evidencia a misericórdia de Deus. Os pecados destes personagens apontam para o perdão de Deus e a necessidade de ter uma vida em total dependência de sua graça. A Bíblia foi escrita exatamente para mostrar, como Jesus disse, que "os sãos não precisam de médico, e sim os doentes" (Mateus 9:12).

É comum as pessoas tecerem críticas contra os personagens bíblicos, e estas se colocam numa postura de julgamento, de superioridade, como se fossem perfeitas e como quem jamais dependerá do perdão de Deus. Aí está o grande diferencial dos personagens bíblicos em relação a seus críticos: pecadores sim, mas conscientes de seus pecados, totalmente humildes diante de Deus e sempre prontos a vencer seus pecados.

Como demonstração da consciência de pecado e arrependimento destes servos de Deus mencionados na Bíblia, transcrevo abaixo trechos de suas declarações e inquietação:

Neemias - "Estejam, pois, atentos os teus ouvidos, e os teus olhos, abertos, para acudires à oração do teu servo, que hoje faço à tua presença, dia e noite, pelos filhos de Israel, teus servos; e faço confissão pelos pecados dos filhos de Israel, os quais temos cometido contra ti; pois eu e a casa de meu pai temos pecado." (Neemias 1:6)

Davi - "Enquanto calei os meus pecados, envelheceram os meus ossos pelos meus constantes gemidos todo o dia... Confessei-te o meu pecado e a minha iniqüidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao SENHOR as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniqüidade do meu pecado." (Salmo 32;3,5)

Isaías - "Porque as nossas transgressões se multiplicam perante ti, e os nossos pecados testificam contra nós; porque as nossas transgressões estão conosco, e conhecemos as nossas iniqüidades," (Isaías 59:12)

Jeremias - "Conhecemos, ó SENHOR, a nossa maldade e a iniqüidade de nossos pais; porque temos pecado contra ti." (Jeremias 14:20)

Daniel - "Ó SENHOR, a nós pertence o corar de vergonha, aos nossos reis, aos nossos príncipes e aos nossos pais, porque temos pecado contra ti." (Daniel 9:8) Pedro - "Vendo isto, Simão Pedro prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, retira-te de mim, porque sou pecador." (Lucas 5:8)

Paulo - "Fiel é a palavra e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal." (1 Timóteo 1:15)

João - "Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." (1 João 1:8,9)

Concluindo, o fato de os personagens bíblicos serem pecadores não diminui em nada o valor da Bíblia. Pelo contrário, testifica ainda mais a ação de Deus em conduzir estes pecadores ao arrependimento e a uma vida transformada.

 

Rev. Evanderson H. Cunha

(Coordenador e Professor no SPBC-RO)



Rádio SPBC-RO