Nossa filosofia de formação

Entendemos que o aluno e candidato ao ministério  precisa ser formado da forma mais completa possível. Desta forma, cremos que o aluno precisa ser formado em três áreas, ou seja, ESTUDO, VIDA e MINISTÉRIO, tendo em mente a Palavra do Senhor que diz: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade” (2Tm 2:15); e: “Porque Esdras tinha disposto o coração para buscar a Lei do Senhor, e para a cumprir, e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos” (Ed 7:10).

De forma prática, veja como funciona esta filosofia:

ESTUDO
O aluno deve esmerar-se a fim de alcançar crescimento intelectual e teológico. O alvo é que o aluno seja formado para ser um bom teólogo.

Método: Aulas, avaliações, trabalhos, leituras, semanas de reflexão teológica. A partir das informações dos professores é montado um histórico da vida acadêmica do aluno e seu rendimento escolar.

VIDA
O aluno deve crescer na sua vida cristã, buscando uma vida de santificação, uma vida cheia do Espírito Santo, uma vida de comunhão íntima com Deus e com o próximo. Como resultado, o aluno deve comportar-se como servo de Deus buscando aperfeiçoar seu caráter e ajustar suas atitudes ao padrão da Palavra de Deus.

Método: Programa de leitura bíblica anual, prática de devocional diária (hora silenciosa), orientações através de preleções. O aluno deve prestar contas de suas atividades quanto aos programas, através da qual é montado um histórico no decorrer do seu curso sobre seu interesse pelo crescimento espiritual.

MINISTÉRIO
O aluno deve crescer na sua prática ministerial. Deve desenvolver a prática pastoral desde o início de seu curso, sob a supervisão de Pastores e Presbíteros de igrejas locais. O aluno não deve sair do Seminário para se tornar um Pastor, mas deve ser um Pastor no Seminário, onde está se preparando para assumir um campo como Pastor Ordenado. O aluno é formado de acordo com a seguinte ênfase ministerial: “Discipulado, Crescimento e Plantação de Igrejas”.

Método: O aluno deve assumir compromisso na prática de ministério de final de semana. O aluno é avaliado semestralmente pelo Pastor e / ou  Presbíteros com quem trabalha. A partir das avaliações é montado um histórico das práticas ministeriais do aluno no decorrer do seu curso.



Rádio SPBC-RO